15 de outubro de 2018

CCO da 30ª Schützenfest se reúne nesta terça-feira



Integrantes da Comissão Central Organizadora da 30ª Schützenfest se reúnem nesta terça-feira (16) pela sétima vez, para dar andamento aos preparativos da festa. Faltando menos de 30 dias para o evento, a CCO já conta com uma série de atividades concluídas e outras em fase de conclusão, além de outras recém iniciadas, como é o caso da decoração do Parque Municipal de Eventos que, geralmente, fica para as últimas semanas. 

Nesta terça-feira (16), a partir das 7h45, na sede da Diretoria de Cultura da Prefeitura de Jaraguá do Sul, no Centro Histórico da Avenida Getúlio Vargas, os integrantes da CCO avaliarão como foi o Schützentag in Rio da Luz, promovido ainda em setembro e que serviu para o resgate histórico da festa dos atiradores. Outro assunto será sobre a exposição dos 30 anos da Schützenfest.

Em seguida, haverá uma explanação sobre a logística da organização da segurança para a festa, explanação sobre trajes 

14 de outubro de 2018

Números da dengue e da gripe

A Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul divulga os números atualizados relativos à Influenza, dengue, chikungunya e zika em pacientes moradores de Jaraguá do Sul. Os dados foram atualizados às 15 horas do dia 4 de outubro de 2018.

Dengue/Chikungunya/Zika (01 de janeiro a 04 de Outubro de 2018):
05 casos suspeitos (Nenhum caso novo em relação ao boletim anterior);
Nenhum caso confirmado para Dengue, Chikungunya e Zika;
Um caso aguardando coleta/resultado de exames;
42 focos positivos para Aedes aegypti (um foco novo em relação ao boletim anterior no bairro Vieira).

Influenza (01 de janeiro a 04 de outubro de 2018):
25 casos suspeitos;
10 casos confirmados: 5 Influenza A Sazonal / H3 (1 óbito); 5 Influenza A H1N1 (3 óbitos);
15 casos negativos;





Iniciada nova fase da Campanha de Trânsito



O Programa Trânsito + Seguro inicia nova campanha, que será realizada até o fim deste mês, retomando o slogan “A vida adverte” para alertar os condutores de veículos sobre as consequências da falta de atenção ao dirigir. De acordo com um dos representantes da prefeitura jaraguaense no Comitê de Trânsito, o diretor de Comunicação e Jornalismo, Giovane Mazzini, a necessidade de abordar novamente este tema está embasada em dados estatísticos apresentados pela Polícia Militar: dos 2.200 acidentes registrados no período de julho/2017 a julho/2018 em Jaraguá do Sul, 1.799 foram provocados por falta de atenção, o que representa cerca de 80% dos casos. O uso de celular e fones de ouvido aparecem como os fatores mais frequentes de desatenção.

Para conscientizar a população, a campanha envolve mensagens de advertência por meio de spots, anúncios em jornais, revistas, internet e mídias sociais, além de outdoors e um material educativo intitulado “Caderno de Trânsito” – 20 mil exemplares entregues a estudantes de escolas públicas municipais e estaduais. Também foram confeccionados fôlderes a serem distribuídos à população em blitze, centros de formação de condutores, comércios e órgãos públicos (postos de saúde e Cras, por exemplo).

O Comitê de Trânsito é formado por uma parceria entre Prefeitura de Jaraguá do Sul, Polícia Militar, Polícia Civil e a sociedade jaraguaense, representada por mais de 30 entidades.

11 de outubro de 2018


Gruner fala sobre projeto que defende a causa animal



O vereador Marcelindo Carlos Gruner (PTB), presidente em exercício da Câmara de Vereadores, usou a tribuna na sessão desta quinta-feira (05), para ressaltar o Dia Nacional dos Animais e do Cão. Em sua fala, Gruner mencionou a minuta de projeto que está sendo elaborada por seu gabinete e que busca defender ainda mais a causa animal, através de ações que coíbam os maus tratos. “Tem que se fazer punir pela lei”, pontuou ele, na defesa da proposta.
O parlamentar aproveitou também para convidar as ONGs da cidade para estarem juntas na elaboração do texto da matéria. “Que nos procurem para finalizarmos esta legislação”, pediu.
Atualmente a principal lei que protege os animais é a Lei Federal 9.605/98, conhecida como Lei dos Crimes Ambientais.

9 de outubro de 2018


Jaraguá faz ação por mais cordialidade no trânsito




A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que cerca de 1,25 milhão de pessoas morre, no mundo, por ano em acidentes de trânsito, e deste total, metade das vítimas são pedestres, ciclistas e motociclistas.

O Ministério da Saúde, por outro lado, mostra que no período entre 1988 e 2015 morreram no Brasil cerca de 700 mil pessoas em decorrência de acidentes de trânsito, além de deixar vítimas com sequelas graves. As estatísticas oficiais apontam que os pedestres formam as principais vítimas fatais, seguidas de ocupantes de automóveis, motociclistas, ocupantes de caminhões e, finalmente, de ônibus.

Desde a criação do Código Brasileiro de Trânsito, há 20 anos, o País acumula perdas de R$ 720 bilhões causadas por acidentes de trânsito.

Segundo o Observatório Nacional de Segurança Viária, são gastos de R$ 36 bilhões por ano, equivalente a 12% do PIB (Produto Interno Bruto, a soma de todas as riquezas) do Brasil.

As estatísticas demonstram claramente, de acordo com especialistas, que Acidentes de trânsito no Brasil, um problema de saúde pública

O quadro preocupante deve motivar cada vez, avaliam pesquisadores em segurança no trânsito, a reflexão e o envolvimento da sociedade com o assunto.

Neste sentido, o Núcleo das Transportadoras ACIJS-APEVI faz o lançamento na segunda-feira, dia 8, da campanha Cordialidade no Trânsito, com apoio da ACIJS e patrocínio das empresas Agricopel, Postos Mime, Scania, Grupo Mevepi, Mercedes-Benz e Savana.

Jean Garcia, coordenador do Núcleo, diz que a ideia central é sensibilizar a comunidade de a questão do trânsito diz respeito a todos e que ações aparentemente simples, de respeito e boa convivência, podem fazer diferença no sentido de prevenir os acidentes. "Cada um pode fazer a sua parte, sem achar que um é mais culpado que o outro", pondera o empresário.

A campanha ocorrerá no período de 15 a 28 de outubro, e vai contar com divulgações de materiais com orientações ao público, entre outras ações que serão apresentadas na plenária da ACIJS-APEVI na segunda-feira, no Centro Empresarial.

A reunião ocorre às 18 horas, no Centro Empresarial de Jaraguá do Sul, com acesso gratuito e aberta a empresários, profissionais de todas as áreas e ao público em geral.

Informações pelo telefone (47) 3275-7027 e pelos e-mails eventos@acijs.com.br e eventos@apevi.com.br.



[informação complementar*]

O que daria para fazer com os R$ 720 bilhões gastos em função de acidentes de trânsito:

- Cobrir 5 anos do rombo da Previdência Social (dados de 2014 a 2018)
- Construir 22 mil novos hospitais, com 250 leitos, UTI e Unidade de Traumatismos Grandes
- Quase triplicar o número de escolas no País [hoje cerca de 200 mil em atividade]
- Suprir o déficit habitacional brasileiro, com sobra de 70%, na construção de casas [no Brasil, hoje, há um déficit de 6 milhões de moradias]
- Na segurança pública, os recursos correspondem a mais de duas vezes o que é aplicado hoje no Brasil
- Construção de 185 mil quilômetros de rodovias e de 60 mil quilômetros de ferrovias, com isto triplicando a malha neste modal

(Dados extraídos de reportagem em www.carros.uol.com.br

8 de outubro de 2018


Região de Jaraguá do Sul elege dois deputados federais



Com 97.613 e 87.345 votos, a região de Jaraguá do Sul elegeu dois deputados federais, Carlos Chiodini (MDB) e Fábio Schiochet (PSL), respectivamente

A partir de janeiro de 2019, dezesseis deputados federais de Santa Catarina que irão compor a Câmara dos Deputados em Brasília. O partido PSL foi o que teve mais parlamentares eleitos. Do total de 16, 5 foram reeleitos.

Confira relação de Deputados Federais eleitos por SC:
·         Hélio Costa (PRB): 179.307
·         Daniel Freitas (PSL): 142.571
·         Professor Pedro Uczai (PT): 115.232
·         Caroline de Toni (PSL): 109.363
·         Geovânia de Sá (PSDB): 101.937
·         Carlos Chiodini (MDB): 97.613
·         Fábio Schiochet (PSL): 87.345
·         Ângela Amin (PP): 86.189
·         Carmen Zanotto (PPS): 84.703
·         Celso Maldaner (MDB): 80.086
·         Peninha (MDB): 76.925
·         Darci de Matos (PSD): 68.130
·         Ricardo Guidi (PSD): 61.830
·         Coronel Armando (PSL): 60.069
·         Rodrigo Coelho (PSB): 43.314
·         Gilson Marques (Novo): 27.443
·          
Deputados Federais reeleitos em SC:
·         Peninha (MDB)
·         Professor Pedro Czai (PT)
·         Celso Maldaner (MDB)
·         Carmen Zanotto (PPS)
·         Geovânia de Sá (PSDB)


SC terá segundo turno entre Gelson Merísio e Comandante Moisés



Merísio (PSD) obteve 31,12% e Moisés (PSL), 29,72% dos votos válidos.



A eleição para governador de Santa Catarina será decidida no segundo turno entre os candidatos Gelson Merísio (PSD) e Comandante Moisés (PSL).
Merísio recebeu 1.121.855 votos, o que representa 31,12% dos votos válidos. Moisés obteve 1.071.404 votos, o que representa 29,72% dos votos válidos.

pós saber que está no segundo turno, Merísio afirmou: "Nós temos que discutir Santa Catarina, o que é melhor para o nosso estado. Quem pode contribuir mais, quem pode ajudar a construir um processo que ajude as pessoas de Santa Catarina a terem mais segurança pública, mais saúde e infraestrutura".
Já Moisés declarou: "A gente lutou contra duas figuras que estavam aí há 20, 30 anos na política, que se substituem entre si, com grupos partidários. Então o sentimento da rua era esse de mudança, de renovação e a gente percebe que ele está se concretizando".

Campanha

Tanto Gelson Merísio quanto Comandante Moisés começaram atrás nas pesquisas Ibope feitas em Santa Catarina. Na primeira pesquisa, divulgada em agosto, o candidato do PSD estava em terceiro lugar e o do PSL, em sétimo. Na última pesquisa Ibope, divulgada na sexta (5), Merísio estava em segundo, com 29% dos votos válidos, e Moisés, em quarto, com 12% dos votos válidos.
Durante a campanha, a revelação por parte de Merísio de que votaria em Bolsonaro (PSL) para presidente causou polêmica na coligação. Nacionalmente, porém, o PSD apoia Alckmin (PSDB). O partido Podemos chegou a protocolar no Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) pedido para deixar a coligação.
A chegada de Moisés ao segundo turno não estava prevista nas pesquisas Ibope. O candidato apareceu com 1% das intenções de voto em agosto. De acordo com as pesquisas Ibope, Merísio iria para o segundo turno com Mauro Mariani (MDB).

Veja o resultado dos outros candidatos:

Mauro Mariani (MDB): 836.844
Décio Lima (PT): 460.889
Camasão (PSOL): 72.133
Portanova (Rede): 18.710
Ingrid Assis (PSTU): 9.944


Mariani e Bernardes encerram participação na eleição e agradecem confiança de mais de 23% dos catarinenses



pós a confirmação do resultado, Mariani agradeceu a confiança dos eleitores e destacou que o resultado do pleito estadual foi reflexo da disputa nacional.
“Primeiro quero agradecer cada voto que o catarinense depositou em nosso projeto. Me orgulho da campanha que fizemos. Limpa e propositiva. Eu e o vice Napoleão Bernardes apresentamos um projeto de renovação, voltada para a busca da eficiência, mas respeitamos a voz das urnas, como sempre fizemos. Agora é olhar pra frente e continuar trabalhando por uma Santa Catarina melhor”, destacou ele, que apontou a “onda bolsonaro” como elemento determinante para o resultado da eleição.
Já o vice Napoleão Bernardes também agradeceu o engajamento da militância. “Eu e Mariani fizemos uma campanha contagiante, marcada por muito carinho. Não temos o que nos envergonhar. Continuamos trabalhando firmes por um Estado melhor”, falou o tucano.


Vicente Caropreso é reeleito deputado estadual



Vicente Caropreso foi reeleito deputado Estadual em Santa Catarina. Com 40.132 votos, o tucano foi o único candidato da região eleito no pleito deste domingo (7)

pelo estado, o deputado estadual mais votado foi o vereador de Blumenau Ricardo Alba (PSL), com 62.762 votos. A segunda maior votação foi de Luciane Carminatti (PT), com 61.271 votos, reeleita para mais um mandato. O terceiro da lista é o ex-deputado estadual e ex-conselheiro do TCE, Julio Garcia (PSD), com 57.772 votos

Esperidião Amin e Jorginho Mello são eleitos para o Senado por SC



Esperidião Amin (PP) e Jorginho Mello (PR) foram eleitos neste domingo (7) senadores por Santa Catarina para os próximos oito anos.
Amin recebeu 1.226.064 votos, o que representa 18,77% dos votos válidos. Mello obteve 1.179.757 votos, o que representa 18,07% dos votos válidos. Amin é natural de Florianópolis e tem 70 anos. Atualmente deputado federal, ele é formado em Administração e Gerência pela Esag e em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde é professor titular no curso de Administração.
Esperidião foi governador de Santa Catariana por duas vezes, entre 1983-1987 e 1999-2003. E também por duas vezes foi prefeito de Florianópolis, na gestão de 1975-1978 e 1988-1990.
Entre 1991 e 1999 foi senador e presidente nacional do partido Progressista. Esperidião Amin foi eleito deputado federal pelo PP em 2010 e 2014.
Mello nasceu em Ibicaré, no Oeste, e tem 62 anos. Atualmente, também é deputado federal. É formado em direito pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali).
Já foi deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Em 2009, atuou como governador interino de Santa Catarina. Assumiu o mandato como deputado federal em 2011.
Nas eleições de 2014, foi reeleito deputado federal. Foi bancário, gerente e diretor do Besc entre 1975 e 2002.



6 de outubro de 2018

noite do carneiro


Noite do Carneiro



E a Churrascaria Divino Grill de Guaramirim está aceitando reservas para mais uma edição da “Noite do Carneiro”, que acontece na próxima sexta-feira, dia 12 de outubro, com música ao vivo, com Ego & Gilmar a partir das 20 horas.  
Além dos variados preparos da saborosa e macia carne de carneiro haverá também outras carnes e o mais completo buffet da região, tudo com o ótimo atendimento do Adriano e sua equipe. A Divino Grill está localizada na BR 280, ao lado do antigo Posto Guaramirim, que agora é Mime.  Reservas pelo fone 3373 0604.

 O QUÊ: 

Faça sua reserva antecipada para a Noite do Carneiro e não fique de fora dessa 🍖🍗🥩
Reservas (47)3373-0604
R$39,90 por pessoa
🍖Rodízio com: paleta de carneiro, pernil, carré, costelinha, carré ao vinho com opções de carne bovina e buffet de salada e sobremesas.
BR 280, km56 em Guaramirim-SC, anexo ao Posto Mime.

5 de outubro de 2018


Confira as principais orientações para o domingo das eleições



Neste domingo (7), acontecerão as Eleições Gerais 2018. Confira as principais orientações para o dia do pleito.

Horário

A votação começará às 8h e será encerrada às 17h. Considerando que cada eleitor irá votar em 6 candidatos (deputado federal, deputado estadual, 2 senadores, governador e presidente), é aconselhável que o eleitor chegue cedo ao local onde vota, para evitar filas no final da votação.

Documento para votar

Para votar, o eleitor precisa levar um documento oficial de identificação com foto. Caso o eleitor já tenha feito o cadastramento biométrico e tiver o aplicativo e-Título, pode utilizá-lo para comprovar sua identidade. Os eleitores que não fizeram o cadastramento biométrico também podem utilizar o e-Título, mas, nesse caso, precisam levar um documento de identificação com foto no dia da votação.  São válidos como documentos que comprovem a identidade do eleitor, por exemplo: a carteira de identidade; passaporte; carteira nacional de habilitação e certificado de reservista.

Identificação biométrica

Além do cadastramento biométrico feito pela Justiça Eleitoral, também foram migrados dados de cerca de 500 mil eleitores provenientes do Instituto Geral de Perícias (IGP). Esses dados biométricos foram importados das carteiras de identidade com o objetivo de facilitar a identificação dos eleitores e aumentar a segurança do processo. Assim, se o eleitor, na hora de votar, tiver sua biometria identificada e não tiver realizado o cadastramento biométrico na Justiça Eleitoral, isso significa que seus dados vieram do IGP. Essa importação não foi realizada para todos os eleitores e ocorreu apenas em cidades que ainda não têm o cadastramento biométrico obrigatório.

Onde votar

Para votar não é necessário levar o título eleitoral; porém, é importante que o eleitor saiba qual é a sua seção eleitoral, informação que poderá ser obtida no próprio título, ou por meio de consulta ao site do TRESC. Nos casos onde houve rezoneamento, o local de votação permanece o mesmo, na grande maioria das vezes, mas a seção irá mudar. Haverá placas no local de votação indicando as novas seções dos eleitores. No e-Título também é possível consultar o local de votação.

Preferência para votar

Alguns eleitores têm preferência na hora de votar: os idosos (mais de 60 anos), os enfermos, os portadores de necessidades especiais e as grávidas e lactantes. Os juízes eleitorais, os promotores eleitorais, os auxiliares e os servidores da Justiça Eleitoral, assim como os policiais militares em serviço, também têm prioridade na votação.

Cola eleitoral e consulta a candidatos

Na hora da votação é recomendável que o eleitor leve sua cola eleitoral com o número dos candidatos. Para consultar os candidatos que estão concorrendo às eleições, acesse o Sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais.

Como votar

Nestas eleições, o eleitor votará primeiro para deputado federal (quatro números). Depois irá votar para deputado estadual (cinco números), senadores (três números), governador (dois números) e, por fim, presidente (dois números). É importante lembrar que o eleitor deve escolher 2 candidatos a senador, e, caso vote duas vezes no mesmo candidato, o segundo voto será anulado. Em caso de dúvidas, o Tribunal Superior Eleitoral disponibilizou em seu site o Simulador de Votação, no qual o eleitor poderá treinar a votação.

O que pode e o que não pode

No recinto da cabina de votação, o eleitor não pode portar aparelho de telefone celular, máquinas fotográficas, filmadoras ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto. Caso ele esteja portando algum desses objetos, a mesa receptora deve retê-los enquanto o eleitor estiver votando.

No dia das eleições é permitida a manifestação individual, silenciosa e espontânea do eleitor portando broches, adesivos, dísticos, bandeiras e também camiseta. No entanto, as camisetas não podem ser distribuídas pelos partidos, coligações ou candidatos. É importante ressaltar, ainda, que a aglomeração de pessoas com esses objetos ou com roupas padronizadas de forma a caracterizar manifestação coletiva é expressamente proibida.

No dia da votação é proibido, também, aceitar transporte ou refeição gratuita de candidatos, partidos políticos ou coligações, o que constitui crime eleitoral. Além disso, a prática de boca de urna, independente se distante ou não dos locais de votação, é crime.

Disque-Eleitor

Em caso de dúvidas, o eleitor poderá ligar para o Disque-Eleitor do TRE-SC, no número 0800-647-3888. A ligação é gratuita. No domingo da eleição, o Disque-Eleitor irá funcionar das 7h às 19h.






Horário de verão é adiado por causa do Enem


O governo federal adia o início do horário de verão para 18 de novembro. A decisão foi tomada para não coincidir com o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018.
A data final para o horário de verão foi mantida para 16 de fevereiro de 2019. O texto com a mudança será publicado no Diário Oficial da União nos próximos dias.
A troca da data foi feita após o Ministério da Educação (MEC) encaminhar um pedido à Presidência da República no mês passadoNas redes sociais, o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, comemorou a mudança: “Candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas! Caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria prejuízos aos participantes.”
No início do horário de verão, os relógios devem ser adiantados em uma hora. O horário é adotado nos municípios dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Normalmente o programa tem início em outubro, mas já havia sido postergado em decorrência do período eleitoral. 





4 de outubro de 2018


Gruner assume presidência do Legislativo



Marcelindo Carlos Gruner (PTB) assumiu novamente a presidência do Legislativo municipal. A posse ocorreu na manhã desta quarta-feira (03). Gruner ficará no comando da Câmara por um período de 15 dias, em função da licença não remunerada do titular Anderson Kassner (PP). 


Também durante esta manhã ocorreu a posse do suplente de Kassner, Alessandro Rosá.



 Marcelindo Carlos Gruner, que é servidor público, está de licença prêmio por 30 dias, não havendo, desta forma, sobreposição de funções.